Casar 2013

Começou hoje o Casar 2013, uma das maiores feiras de casamento do estado de São Paulo (e, talvez, do brasil, não sei). Eu queria muito estar lá, mas, pena que não dá…

Bom, mais de 100 expositores da área estão lá, os melhores em cada ramo. Tem de tudo o que você possa imaginar para sua festa: desde o vestido de noiva até as lembrancinhas.

Deve ser muito bom!

Serviço
De 11 a 14 de abril
Horário: das 14h às 21h
Local: Casa Petra – Moema
Av. Aratãs, 1010 – Moema
São Paulo/SP
www.eventocasar.com.br

Anúncios

Dicas de livros

Bom, eu já dei pra vocês muitas ideias de decoração, vestidos, cores, buquês, inspirações, etc. Hoje, quero compartilhar com vocês uma coisa que eu acho muito importante:  o cuidado não com os preparativos para a festa do casamento, mas com casamento em si, ou seja, com a vida a dois após a festa.

Este post aqui do site Casarei, me inspirou para dar dicas de livros que falam sobre o planejamento familiar e sobre como construir um casamento duradouro e feliz. No post, a autora, Jane, fala sobre as duas palavras diferentes para casamento que há no inglês: “o wedding (a festa do casamento) e o marriage (a união, a família, o que vem depois do wedding)” e fala sobre a importância de a gente se procupar principalmente com o marriage, pois, se não, a festa não valerá a pena e terá sido apenas uma festa sem sentido algum, afinal, o que importa mesmo é o amor entre os noivos, não é mesmo? Por isso, resolvi dar dicas de dois livros muito bons que te ajudam a acreditar (e cultivar) o casamento como um relacionamento de contínuas demonstrações de amor, ou seja, que te ajudam a cultivar o marriage, e não apenas o wedding.

O primeiro livro que quero indicar é O Casamento que Você Sempre Quis, de Gary Chapman. É um livro ótimo, escrito de forma leve e gostosa de ler, com ensinamentos práticos e bíblicos (pois o autor é um pastor e conselheiro familiar norte-americano com vasta experiência no aconselhamento de casais). O intuito do livro é nos ensinar o caminho que leva a uma união estável, harmônica e, principalmente, marcada por amor e compreensão. Leia, porque este livro mostra que aquelas pessoas que dizem que “casar é se enforcar”, que “depois do casamento muda tudo” e que não acreditam em amor, estão totalmente equivocadas e que para o casamento ser bom e feliz, é preciso ter um comprometimento sério do casal, que realmente se leve a sério a expressão “até que a morte os separe” e que haja um esforço contínuo de ambos (e não só ficar esperando a mudança no outro e ficar criticando o outro esquecendo dos seus próprios erros e fraquezas) para se ter o casamento que sempre se quis.

O segundo livro que quero indicar aqui é Família S/A – O desafio de construir uma família estruturada, de Josué Campanhã. É um livro essencialmente prático, que fornece para os casais dicas de como detectar as necessidades de cada membro da família, seus problemas e desafios. O autor, escritor, palestrante na área de liderança, planejamento e família e consultor em planejamento, nos convida, nesta obra, a refletir sobre a missão da família e aconselha o leitor a fazer um check-up familiar, levando em conta os planos, desejos e sonhos de todos membros da família, além das frustrações, ansiedades, decepções e conflitos. Ao final de cada capítulo há uma “tarefa de casa”, com exercícios práticos para que o casal estruture planos de ação para a família, seguindo um objetivo único, que deve ser traçado de acordo com o perfil e expectativas de cada família. É também um livro de leitura fácil, e que nos mostra o quanto é importante planejar a vida em família, para que não vivamos a esmo, sem objetivo nenhum, e para que não nos percamos no caminho e nos tornemos uma família totalmente desestruturada.

Os dois livros são muito bons e espero que eu possa ter ajudado vocês com essas dicas de leitura, afinal, é preciso celebrar o amor não só na festa de casamento, mas também, e principalmente, na vida diária do casal!

Sobre a taxa do ECAD

Você sabia que, entre os muitos gastos que se tem com o casamento, há mais um que pode atormentar nossa vida? Pois é, pra quem não sabe, o ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) pode vir a cobrar uma taxa em cima das músicas que serão tocadas no seu casamento, por questão de direitos autorais! Mas você sabia que essa cobrança é indevida? Leia este post aqui do site Vestida de Noiva, no qual uma advogada fala sobre isso e sana possíveis dúvidas sobre essa taxa.

Vamos nos informar e evitar que essa cobrança continue sendo feita para as festas de casamento!

Borboletas no seu casamento!

Eu sempre amei borboletas e agora que estou planejando meu casamento, quero que tenha borboletas por toda a parte (inclusive na papelaria do casório). Bom, foi pensando nisso que resolvi escrever este post, para mostrar pra vocês as várias maneiras de incluir borboletas no seu casameto (sejam elas de papel ou de verdaade!).

Bom, se você quiser usar borboletas de verdade, há vários casamentos em que elas são utilizadas. Quer saber como? Sendo soltas na hora da cerimônia, simbolizando a vida nova do casal. Nos EUA essa prática é muito comum; aqui no Brasil, são poucos os casamentos em que se vê isso, mas eu achei lindo e muito romântico! Dá um efeito muito legal, porque elas são acondicionadas em uma caixinha (que pode ser decorada de acordo com o estilo do seu casamento e que pode ser a caixinha das alianças), que, quando aberta, libera as borboletas, que saem voando em volta dos noivos, padrinhos, convidados… O único porém é se elas não voarem! Pois eu já vi um vídeo de casamento (dos EUA) em que a caixa foi aberta e… as borboletas continuaram lá, quietinhas! Mas, enfim, não deixa de ser uma opção interessante e romântica pra se fazer. Veja algumas fotos:

Foto: Blog Casando em BH

Foto: Fernanda Ferraro Fotografia

Foto: Hugo Peres Fotografia

Foto: Site Casamento & Cia

As borboletas podem também ser soltas após a cerimônia, substituindo a chuva de arroz, pétalas e etc.:

Foto: Site Casamento & Cia

E quanto às borboletas de papel, ficam lindas na decoração do casamento, principalmnete se for um casamento no verão una primavera e/ou ao ar livre ou no campo! Elas podem ser utilizadas em detalhes da decoração, como lanternas, bolo, cadeiras, lembrancinhas, na papelaria (convites, cardápios…) e até mesmo no buquê, no cabelo e no vestido! Veja algumas imagens inspiradoras:

Foto: Blog idosandmore.blogspot.com

Foto: Blog idosandmore.blogspot.com

Foto: Blog Noiva de Papel

Foto: Blog Casada e Apaixonada

Foto: Cláudia Amorim

Foto: Blog Yes Bride

Foto: Site ocasamento.org

Foto: Blog Yes Bride

E por último, uma foto de um altar maravilhoso, cheio de borbolets de papel!

Foto: Blog Casando sem Grana

Sobre este altar, leia o post completo no blog Casando sem Grana, que é muito legal: http://casandosemgrana.com.br/grande-dia-chegou/decoracao/inspiracoes-enquadradas-borboletas/.

Me desculpem pelo post enorme, mas, como deu pra perceber, amo borboletas e não podia deixar de gostar de muitas fotos, né? rsrs… Espero ue também tenham gostado!

Casando ao ar livre

Encontrei no site noivas.net esse texto abaixo, que ajuda muito as noivinhas que planejam se casar ao ar livre, assim como eu! Leiam e aproveitem as dicas!

Casamento ar livre

Casar ao livre é uma boa opção para quem não deseja em nenhum momento da cerimônia ou festa de casamento estar fechado entre paredes. Existem muitos lugares de beleza extraordinária que você pode eleger para cenário de seu casamento e jogar com as cores da Natureza, durante o dia ou a noite.

Você pode escolher um tema mais rural, casando em uma fazenda ou sítio ou então pode optar por um casamento de fundo marítimo na praia. Independentemente de onde você deseje celebrar seu casamento, ao escolher o lugar exato onde se realizará a cerimônia – que você naturalmente poderá usar para dar seguimento à festa – não se esqueça de verificar alguns pormenores para ter certeza que tal espaço é o adequado aos seus desejos e necessidades.

Ao escolher o local da cerimônia ao ar livre, é importante você ter certeza de que fará bom tempo. Chuva não será com certeza bem vinda nesse dia.

Escolha um lugar que seja facilmente acessível, de preferência conhecido pelos convidados. Para facilitar, envie para os seus convidados um pequeno cartão junto com o convite, com a morada e a forma de chegar. Um mapa e algumas indicações são sempre de ajuda.

Veja se o lugar em questão espaço suficiente para o número de pessoas convidados. Ninguém quer se sentir apertado e incomodado.

Se o local onde você deseja realizar seu casamento não tem as infraestruturas necessárias, considere providencia-las ou escolher um outro lugar. A presença de banheiro é indispensável e caso você sirva comes e bebes posteriormente, o espaço deverá estar equipado também de cozinha. E um lugar de abrigo, caso o tempo mude. Se a cerimônia ocorrer à noite, certifique-se de que haverá iluminação suficiente.

Informe-se e reserve com antecedência o espaço desejado, para o período de tempo que você planeja utilizá-lo.

Fonte: http://www.noivas.net/cerimonia/casamento-ar-livre/

Sobre os convites

Foto: convite da Papel & Estilo

Você já esolheu seu convite de casamento? Não? Então, espero que este post te ajude a escolher o melhor pra você, de acordo com o estilo do seu casamento (e de acordo com seu orçamento!). No site da Revista Guia Casar Bem você encontra muitas dicas, ideias e listas de fornecedores (dos estados de São Paulo e Paraná) e foi nesse site que eu encontrei as seguintes dicas sobre como escolher os convites de casamento, com tudo o que precisa ser levado em conta na hora de mandar fazer o seu. Leia e aproveite as dicas pra fazer o melhor pra você:

Convites apresentam o casamento

Pode ser que você não dê o devido valor ao convite, mas lembre-se: seu casamento vai ser anunciado formalmente aos convidados por esta folha de papel e envelope. O tipo de formato, cor, papel, impressão, lacre e caligrafia que escolher vão dizer muito sobre como será seu casamento: tradicional, moderno, romântico ou descontraído. Indiretamente, o modelo do convite também estabelece qual deve ser a postura dos convidados, seja em trajes ou comportamento social.

Antes de procurar uma empresa especializada em elaborar convites é aconselhável ter pré-definido o horário, os locais da cerimônia e festa, o tipo e cor predominante da decoração e, principalmente, o número de convidados. Estas descrições vão ajudar na escolha do convite ideal e na elaboração do orçamento.

Conforme o protocolo, quanto maior o tamanho do convite mais elegante é o evento. O convite para um casamento sem festa poderá ser menor e mais simples. O uso do papel artesanal pode indicar um evento rústico, numa chácara. Se o evento for pela manhã, não se usa formato grande ou papel com brilho ou relevo, mas se for à noite vale exatamente o contrário e, geralmente, o convite estampa as cores bases da decoração do evento.

Uma das principais recomendações das empresas especializadas é que os noivos estabeleçam corretamente o total de convidados e solicitem a impressão de 5 a 10% a mais de convites. Isto porque a confecção de exemplares extras encarece o preço unitário devido à baixa quantidade do segundo pedido. Outro inconveniente é que pode não ser possível a confecção em prazo hábil para distribuição.

Para diferenciar, os convites dos padrinhos podem ser entregues em caixas decorativas junto com um souvenir. Esta é uma forma gentil de agradecê-los pela participação.

Opções de convites

Formato: tradicional, carteira, quadrado, retangular, auto-envelopados e outros
Impressão: relevo americano e off set
Papel: importado, artesanal e nacional
Detalhes no papel: vinco, rebaixo e moldura
Envelope: forrado e colorido
Monograma (iniciais do casal): em relevo seco ou hot stamping (prata ou dourado)
Foto: do casal pode ser impressa no fundo ou aba do envelope ou em papel de seda

Dicas

Escolha um papel firme
Na dúvida sobre a cor do convite, opte pelo branco que serve para qualquer ocasião
Escolha uma caligrafia bonita e legível
Atente para a grafia correta dos nomes dos convidados. Erros do gênero são
     imperdoáveis
Encomende convites e envelopes extras para casos de convidados de última hora e erros
     na hora de sobrescritá-los
Exija uma prova antes da impressão
Evite anexar impressos ao convite
Entregue-os em mãos com pelo menos um mês de antecedência
Inclua no convite o prazo e telefone de contato para que os convidados confirmem
     presença.
Caso não tenha condições de convidar a todos para a festa, imprima dois tipos de convite
     um completo com todas as informações e outro só com os dados da cerimônia religiosa ou,
     em último caso, imprima um cartãozinho com as informações da recepção para anexar ao
     convite com um pequeno clipe
Quando os noivos já moram juntos, são mais velhos ou trata-se do segundo casamento, o
     nome deles encabeça o convite e não o dos pais. O mesmo ocorre quando um dos pais já
     faleceu ou os pais são divorciados. Nos dois casos, pode-se ou não incluir o nome dos
     pais, em segundo plano.
Nunca mande uma relação das lojas onde você fez sua lista com o convite de casamento

Fonte: http://www.guiacasarbem.com.br/artigos-convites.htm

E-session “Up! Altas Aventuras”

Eu já falei sobre e-sessions aqui, e agora vou mostrar pra vocês fotos de uma e-session que é muito inspiradora pra mim (e espero que seja pra vocês também!). É uma e-session inspirada no filme Up! Altas Aventuras, mais precisamente no início do desenho, quando é mostrada a história de amor entre Carl e Ellie (uma das sequências mais lindas que eu ja vi no cinema!). As fotos são da Wildflowers Photography, uma empresa de fotografia americana que tem um trabalho muito lindo, com fotos maravilhosas e muito artísticas! Bom, mas agora vejam as fotos dessa e-session inspiradora, linda e muito romântica:

Fotos: Wildflowers Photography

E fica a dica pra você que quer uma e-session diferente!